Tag Archives: homens

(Pequeno) Ensaio sobre o Dia dos Namorados – Parte II – Em todas as formas

12 jun

Em todas as formas

“Oi, tá afim de sair hoje?”. Uma vez por mês. Nossa dinâmica é meio assim, torta, avessa até mesmo aos não relacionamentos, as ficadas, esse nosso meio termo que só a gente entende e não sabe explicar. Aliás, explicar pra que? Nada é marcado, e quase sempre meio que sem querer. É simplesmente quando um sente a necessidade do corpo do outro, e então um mero chopinho no fim do domingo parece bem mais agradável do que ir para casa assistir Fantástico. E disso não passamos.

Quando o amor não existe – pelo menos não na forma em que nós falamos todos os dias –, a coisa parece ficar bem mais simples. É uma espécie de amizade, com liberdade, contato, pele, mas que se passar disso perde completamente a graça. Talvez porque não seja o momento para ambos, ou talvez você odeie tanto algumas minhas manias quanto odeio muitas das suas, como quando fuma.

Mas se o amor não existe, uma saída é uma saída, sendo ela só sua, só dele, ou dos dois. Não existe a obrigação, e as perguntas surgem como elemento natural na conversa… “ah saiu ontem? Poxa, conta mais desse lugar, ainda não conheci…” isso, se elas chegarem a esse ponto. Um telefonema vai querer dizer que sim, há o interesse, não a obrigação. Sim será sempre sim, não será sempre não, sexo é só sexo, e após tudo isso, você ainda estará focada no que quer e ele poderá ir sossegado, sem pensar se deve ou não te ligar no dia seguinte.

Sim, ainda há espaço para o amor, relacionamento, compromisso. Assim como há para as outras diferentes formas. Tão confusas e inconstantes, assim como nós, homens e mulheres. Sem dor, sem sofrimento. O que vale é ficar junto.

Image

Anúncios