Tag Archives: desculpas

10 jul

Madrugada de domingo para segunda, ele pega o celular. O sono já vinha chegando, mas a curiosidade para saber quem o chamava por tantas vezes seguidas naquele horário foi mais forte. Em meio a mensagens da operadora, se surpreendeu.

[ RECEBIDA: SEGUNDA, 01h45]
Oi, tudo bem?
Espero que o barulho do SMS não tenha te acordado. Fiquei preocupada, hoje é uma segunda feira e não queria atrapalhar, mesmo lembrando que uma vez você disse que deixava tudo no silencioso quando se deitava. Tomara que isso tenha permanecido assim. Lê tudo, por favor. Sei que sua primeira atitude será apertar o SAIR e deixar pra ler depois. Ou não. Só não fica achando que eu sou maluca.

[ RECEBIDA: SEGUNDA, 01h50]
Tenho que te pedir desculpas também, antecipadamente, pelo tanto de mensagens que isso pode virar, essa questão de várias páginas, eu poderia ter mandado um e-mail mas.. Chega de reflexão. Foram apenas algumas cervejas – ok, mais que “algumas” -, mas você mais do que ninguém sabe como isso pode intensificar tudo! Cheguei e abri a agenda… Fui trocando de página, ate que seu nome apareceu. Me veio um “porquê não, né?”. Maldita hora.
[RECEBIDA: SEGUNDA, 01h55]
Você chegou na minha vida com jeito de que queria ficar, e não sei porquê eu acreditei, mesmo não tendo motivos para tanto. Relaxa, eu não te amo. Mas agora com as cervejas passadas, uma imensa dor de cabeça e o prejuizo de ter te perdido contabilizado, ainda sim, como te disse naquela noite, por sms, gosto de você. Gosto do jeito que me faz rir, mesmo a distância, quando me conta que aperta a pasta de dente no meio e que tem medo de barata, eu gosto.

[RECEBIDA: SEGUNDA, 01h59]
Se te assustei… Assustei porque achei que você deveria saber disso, é tão raro, afinal. Talvez o seu plano era passar pela minha vida e ponto final, e talvez, mais provavelmente, o plano era que não tinha plano. A essa hora da madrugada eu raciocino na velocidade da luz… Você consegue entender o que eu quero dizer?

[RECEBIDA: SEGUNDA, 02H03]
Tudo era na verdade um modo de te pedir desculpas. Como eu já te disse, não te amo. Só não queria te assustar como fiz. Boa noite. BÚ.